O Paysandu foi absolvido em mais um julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Dessa vez o Papão foi julgado por atraso na volta para o segundo tempo de jogo contra o Figueirense-SC, no Estádio da Curuzu, pela 19ª rodada da Série B.

O Departamento Jurídico bicolor conseguiu comprovar que o clube alviceleste voltou para a partida no tempo exigido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o que não acarretou em nenhuma punição.


O Paysandu poderia ter sido punido de R$100 a R$1 mil reais por minuto de atraso. O clube usou imagens do analista de desempenho do clube, Cadu Furtado, para comprovar que não houve excesso de retardo entre o final do primeiro tempo e a volta para a etapa final.

(DOL)