Com inicio previsto para o mês de outubro, a Copa Verde já começa a causar mudanças entre os clubes participantes e ajustes nos confrontos serão alterados.

Três clubes que estavam na lista original de clubes divulgados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), anunciaram que não vão disputar a competição deste ano.

Atlético-GO e Goiás anunciaram a desistência de seus clubes para priorizar o Campeonato Brasileiro. O Dragão Goiano está na 8ª posição, com 25 pontos e brigando por vaga na Copa Sul-Americana, enquanto que o Esmeraldino briga para subir a Primeira Divisão, pois atualmente e o vice-líder da Série B.


Outra desistência confirmada é o Luverdense-MT, que anunciou a sua saída da competição após ser campeão da competição, em 2017 em cima do Paysandu.

Para os lugares, a Federação Goiana de Futebol (FGF) fará o convite a Aparecidense-GO e Goianésia-GO, que ainda não decidiram se vão disputar o torneio. O Vila Nova-GO, que joga a Série B já confirmou presença no torneio.

Outra equipe que foi convidada para o torneio foi o União-MT, que irá substituir o clube de Lucas do Rio Verde (MT), ao lago de Nova Mutum-MT e Cuiabá-MT.

O Pará será representado por Castanhal na primeira fase, enquanto que Remo e Paysandu vão disputar a fase seguinte.

(DOL)