Rony, cria da base remista, 19 anos, personalidade e talento com a bolas nos pés, ao menos com base na sua apresentação inicial no profissional do Clube do Remo. O filme parece ser repetido para a torcida azulina, que visualiza uma das suas joias com a mesma característica brilhar em cenário nacional.

No entanto, nesse caso, o personagem é o lateral-direito que chamou atenção no domingo (15), ao atuar de maneira importante na goleada de 6 a 1 do time em cima do Atlético-AC, na sua estreia do grupo principal do Leão.


“Os profissionais que estão aí estão me dando forças para eu jogar como eu sei e as coisas têm dado certo. Comecei na escolinha categoria sub-15, sub-17 e tive uma experiência no profissional com o professor Josué Teixeira, mas machuquei o joelho. Mas voltei com a confiança de antes”, falou sobre o seu trajeto no Baenão.

O ala, que na realidade se chama Heryelson dos Santos Matia, explicou que o apelido foi dado pela aparência com o atual craque do Athlético-PR. “Pegou, porque me acham parecido com o outro Rony”, comentou. “Fico feliz pela comparação. É um exemplo hoje para muitos e espero um dia ser também. Podem esperar muita vontade e muita garra. Podem ter certeza que eu vou dar a minha vida pelo clube”, disse o atleta que tem contrato com a agremiação até 2021.