Desde o ano de 1995, há uma lei federal que autoriza o Presidente da República, escolher

Desde o ano de 1995, há uma lei federal que autoriza o Presidente da República, escolher todos os reitores e vices reitores das universidades federais do Brasil. Mas mesmo com essa prerrogativa, o chefe do executivo nacional respeita as eleições internas de cada instituição de ensino. Mas essa tradição, não foi respeitada nas eleições de 2021, na Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA).

Três professoras doutoras concorreram ao pleito desse ano: Janae Gonçalves, Ruth Helena Cristo Almeida e Herdjania Veras de Lima. Herdjania que é bolsonarista convicta, foi escolhida para comandar a UFRA no mandato que começa agora em 2021 e se estenderá até 2025. Ela foi a segunda mais votada no pleito.


Após a escolha de Herdjania, a instituição de ensino soltou uma nota em suas redes sócias, no documento a instituição afirma que: “A escolha de Herdjania surpreendeu com a notícia sobre a nomeação da nova reitora feita pelo Presidente da República. A nota segue afirmando que, a atual gestão gostaria de lembrar que, antes de qualquer eleição, disputa ou divergência, os candidatos são primeiramente professores. É na luta por uma educação de qualidade, pública, gratuita, inclusiva e humanizadas que devem ser suas escolhas”.

Durante toda a última quarta feira, (14), diversos membros que fazem o dia da UFRA, estiveram postando palavras de apoio a Janae.

Rodolfo Sousa, da Redação.