O ano começou de forma negativa para o Paysandu, isso no quesito justiça desportiva com uma punição ao clube alviceleste.

A equipe bicolor foi julgada e punida pela 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro por conta de homofobia praticada por sua torcida.


Os auditores condenaram atitude da torcida alviceleste durante o jogo contra o Clube do Remo, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Verde, disputado no estádio da Curuzu. Na ocasião, a torcida se dirigiu ao atacante azulino Neto Pessoa com a música “Remista é g**”.

Por maioria de votos, o clube bicolor foi multado em R$ 10 mil. Vale lembrar que a torcida organizada já cometeu o mesmo ato, em outros episódios por ocasião do clássico Re-Pa.

Na mesma comissão, o Remo também foi julgado pelo mesmo artigo e acabou sendo absolvido, porém os azulinos voltam ao banco dos réus nesta quarta-feira (26), pelo mesmo motivo, dessa vez praticado contra o atacante Nicolas, por ocasião do jogo contra o Goiás-GO, pela Série B do ano passado.

(DOL)