Num clássico bastante movimentado, o Palmeiras venceu o Santos, na tarde deste domingo, por 1 a 0, na Vila Belmiro, em Santos, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A partida teve gol anulado, pênalti revisado e Raphael Veiga perdendo seu primeiro pênalti com a camisa alviverde.

A vitória deixa o Palmeiras na liderança isolada, com 15 pontos. Mesma pontuação que Atlético-MG (vice-líder) e Corinthians (terceiro), mas em vantagem nos critérios de desempate. Já o Santos perdeu a chance de entrar no G4 – grupo de classificação à Copa Libertadores – e ficou em sétimo, com 11 pontos.

Um fato curioso é que esta foi a primeira derrota em casa do Santos sob o comando de Fabián Bustos em 2022, valorizando ainda mais o resultado positivo do Palmeiras, novo líder do campeonato.

JOGO É LÁ E CÁ

Como esperado, o clássico começou em ritmo acelerado. Logo aos seis minutos, Marcos Leonardo recebeu na ponta esquerda e cruzou para Léo Baptistão, que finalizou de carrinho por cima do travessão do goleiro Marcelo Lomba. O Palmeiras respondeu no minuto seguinte em chute de Raphael Veiga que passou perto da trave de João Paulo.

O Santos teve dificuldades de passar pela marcação do Palmeiras, mas ainda assim conseguiu colocar Marcelo Lomba para trabalhar. Aos dez, Sandry finalizou de fora da área e o goleiro espalmou pela linha de fundo. Depois, aos 20, foi a vez de Léo Baptistão passar pela marcação de Gustavo Gómez e Murilo e chutar para nova boa defesa do goleiro palmeirense.

O Palmeiras voltou a assustar aos 24 minutos, quando Dudu ajeitou para Gustavo Scarpa e o meia chutou para fora. Contudo, foi o Santos que balançou as redes. Aos 39 minutos, Léo Baptistão ganhou dividida na entrada da área, viu Gabriel Menino desviar e Marcos Leonardo ficou na boa para concluir ao gol. Contudo, o lance foi revisado e anulado por falta de Léo Baptistão na origem do lance.

COMEÇOU SONOLENTO, MAS ESQUENTOU

No segundo tempo, os times voltaram num ritmo muito menor e consequentemente as oportunidades de gol foram reduzidas. Santos e Palmeiras ficaram reféns dos lançamentos longos e cruzamentos sem objetividade, o que tornou o confronto bem fraco e longe da expectativa.

Mas aos 21 minutos o clássico voltou a ficar quente, quando Marcos Rocha recebeu lançamento e foi derrubado por Rodrigo Fernández dentro da área. O lance foi revisado pelo VAR e a arbitragem marcou pênalti para o Palmeiras. Aos 27, Raphael Veiga cobrou e acertou a trave de João Paulo, mantendo a igualdade no placar.

O pênalti perdido transformou a Vila Belmiro num caldeirão e o Santos foi para cima em busca da vitória. Contudo, foi o Palmeiras que fez. Aos 34 minutos, Gustavo Gómez aproveitou cobrança de escanteio da esquerda e cabeceou para as redes. A bola ainda desviou em Lucas Pires antes de passar pelo goleiro João Paulo.

PRÓXIMOS JOGOS!

O Santos volta a campo no sábado para enfrentar o Athletico-PR, às 19 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba. Enquanto o Palmeiras receberá o Atlético-MG no domingo, às 16 horas, no Allianz Parque, em São Paulo.

Read More