Foto: Mácio Ferreira/ Ag Belém

Neste feriadão do Dia de Finados, o governo do Estado estará realizando o “Mutirão de Vacinação por todo o Pará”. A ação que iniciou sábado (30) e segue até terça-feira (2), em todo território paraense, tem como objetivo aplicar 1 milhão de doses da vacina contra a Covid-19. O anúncio do mutirão foi feito pelo governador Helder Barbalho, que adiantou ainda que a aplicação será dos imunizantes Pfizer, Astrazeneca e Coronavac, disponíveis nos pontos de vacinação e que podem ser verificados com cada cidade.

Ontem (29), a prefeitura de Belém fez uma nova repescagem para vacinar todos os adultos a partir dos 18 anos, e que ainda não haviam tomado a segunda dose da Pfizer. Porém, em alguns postos da capital, a equipe do DIÁRIO registrou uma baixa adesão da população que respondeu ao chamado para vacinar. No posto da Universidade Federal do Pará (Ufpa), por exemplo, a área de cadastro estava praticamente vazia.


A aposentada Maria Rodrigues, 70 anos, fez sua parte e foi até o posto para receber sua dose de reforço (3º dose) do imunizante. “Quando o assunto é saúde a gente não pode por muitas dificuldades. As vacinas estão aqui disponíveis, não há tanto movimento, então as pessoas precisam entender essa importância de se imunizar. Agora que eu recebi minha terceira dose, fico até mais tranquila para continuar fazendo minhas coisas e, aos poucos, retomar minha rotina”, disse.

Em Belém, neste sábado (30) e domingo (31), poderão comparecer aos pontos de vacinação todos os adultos com 18 anos ou mais, que perderam tanto a primeira como a segunda dose.  Todos os idosos com 70 anos ou mais, e que tenham tomado a segunda dose até julho também poderão tomar a terceira dose neste final de semana. Nesses dois dias, os profissionais da saúde que tenham tomado a segunda dose até o mês de junho, também poderão garantir a sua terceira dose.