Querendo mostrar serviço e recuperar o título maior do futebol estadual, o Remo vai para cima do Amazônia Independente com apoio do Fenômeno Azul, porém precisa ter cuidado para não ser surpreendido dentro de casa.

Nesta quinta-feira (27), no Baenão, o Leão inicia sua caminhada no Campeonato Paraense e quer fazer bonito diante do Fenômeno Azul, com uma boa vitória e espantar algumas estreias negativas.


Em pelo menos três oportunidades, o Leão Azul foi surpreendido por clubes do interior logo na estreia do Parazão, um alerta a mais para o time que vai estrear na elite do futebol local.

Na última vez em que o Remo estreou com derrota no Parazão foi justamente para um caçula: em 2015, o Leão perdeu para o Parauapebas por 2 a 1 dentro do Mangueirão lotado.

Estreante e santareno, o Amazônia é comandado pelo técnico Matheus Lima, filho de Walter Lima que em 2009 comandou o São Raimundo na goleada aplicada em cima dos azulinos. Uma vitória por 5 a 1 dentro do Baenão, lembrada até hoje pela torcida do Pantera.

Por outro lado, o torcedor remista tem motivos para confiar em um bom resultado: desde 2015, o Remo teve 100% na estreia do Parazão, com vitórias e com uma média de quase três gols no primeiro jogo do Estadual, nos últimos anos.

Remo X Amazônia duelam logo mais, as 21h30 no Baenão.

(DOL)