| Divulgação Agência Belém

Quem utiliza o transporte público em Belém pode começar a preparar o bolso: o valor deverá sofrer reajuste de quase 50 centavos.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém (Setransbel) apresentou proposta de reajuste da tarifa para o valor de R$4,8742. Segundo o Setransbel, o reajuste se deve principalmente ao aumento no preço dos combustíveis, que alcançou quase 33,73%.


Ainda segundo a Setransbel, o último reajuste do valor das passagens de ônibus foi realizado em junho 2019 na capital paraense (quando foi de R$ 3,30 pra R$ 3,60), e o preço cobrado é “a segunda menor tarifa dentre todas as cidades do Brasil”.

“O Sindicato esclarece, ainda, que o preço da passagem é calculado em função dos diversos custos envolvidos e quantidade de passageiros pagantes. Hoje, 25% dos usuários são de gratuidades, em uma realidade onde quase 50% da receita é para pagar os funcionários e 30% para ser investido em combustível e manutenções necessárias”, diz o Setransbel no comunicado.

“Assim, levando todos esses gastos em consideração, o Setransbel reforça que o custo do sistema é pago completamente com os valores recolhidos na tarifa, que, em novo cálculo, ficou em R$4,8742”, conclui a nota.