A noite desta quarta-feira (24) será importante para o Clube do Remo, pois o Conselho Deliberativo estará reunido para decidir dois importantes assuntos sobre o futuro do Leão Azul.

O primeiro assunto é sobre o contrato sobre as obras da área da Avenida Almirante Barroso, onde o Remo pretende liberar o estádio Baenão para 15 mil pessoas até o inicio de fevereiro, porém sem o sistema de iluminação, o que faria com que neste primeiro momento, o Leão não jogasse partidas noturnas no Baenão.


Outro assunto é sobre a outra área do Carrossel, pois pelo menos três empresas pretendem utilizar parte da espaço para fins comerciais, com direito a contrato e acordos financeiros com o Clube do Remo.

“São assuntos que serão expostos em reunião onde o CONDEL irá avaliar a melhor alternativa para o futuro do Clube do Remo”, explicou o diretor comercial do Leão, Rafael Dahás.

Um dos espaços do Carrossel pertence a uma rede de farmácias, porém não atinge o pórtico de entrada do estádio Evandro Almeida.

  • (DOL, com informações da Rádio Clube do Pará)