A Ponte Preta segue treinando forte para o duelo decisivo contra o Corinthians que define o Campeonato Paulista desta temporada. Após perder a partida de ida da final por 3 a 0 no Moisés Lucarelli, a Macaca precisa reverter o placar neste domingo, na Arena de Itaquera, às 16h (de Brasília). Segundo o experiente goleiro Aranha, a ordem de lei para a equipe é acreditar na virada até o apito final do árbitro.

“Não podemos fugir da realidade. Mas acho que só não temos mais chances depois que o juiz apitar e o placar não for o suficiente. Lógico que eu não vou vender nenhum tipo de ilusão para o torcedor, porque não é isso que ele quer, mas estamos trabalhando bastante e temos fé que podemos conseguir reverter. Mas sabemos que a parada é dura”, disse o goleiro.


Apesar de querer esquecer o fraco futebol apresentado no primeiro encontro, o arqueiro tem certeza que não a atuação deste domingo será pouco semelhante àquela. “Eu já tenho certeza que vai ser diferente porque foi uma partida muito abaixo do que vínhamos fazendo. O resultado não sabemos, mas vamos procurar fazer o melhor e o placar necessário”.

Para o confronto deste final de semana, o técnico Gilson Kleina poderá contar com a volta do zagueiro Marllon, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. A equipe precisa vencer o confronto por quatro gols de diferença para se sagrar campeã do Estadual. Uma vitória por três gols de diferença, leva a decisão às penalidades. Qualquer outro placar, garante o título corintiano.

Mesmo com o título distante, o plano da diretoria era dar à torcida a opção de assistir à partida através de um telão que seria exposto no lado de fora do estádio Moisés Lucarelli. A ação, porém, foi impedida por uma determinação da Polícia Militar.

Fonte: Gazeta Esportiva